Após o título da Northern Arena, Brazil Rafael “zakk” Fernandes, coach do Brazil Immortals, concedeu uma entrevista para o portal theScore esports, onde ele falou um pouco mais sobre o time e também sobre o torneio. Confere ai como foi 

Vocês tiveram uma campanha quase impecável até a Grande Final, perdendo apenas um mapa contra o Echo Fox. O que você tem a dizer sobre a tua equipe neste evento?

No geral, acho que temos que melhorar muito se quisermos ser a equipe que está no topo do mundo. Jogamos bem, mas nós cometemos um monte de erros. Muitos dos jogos poderiam ter sido melhores, então há muito para trabalhar e melhorar.

boltz foi um dos melhores jogadores deste evento. O seu alto desempenho é graças a ele não estar mais desempenhando a função de capitão?

Com certeza! Como eu disse anteriormente, o boltz não gosta de ser capitão e agora você pode ver que é verdade. Ele está jogando sem pressão, podendo se concentrar apenas em seu próprio jogo e por isso ele está matando todo mundo.

O primeiro mapa da grande final (cbble) foi muito disputado. Vocês finalizaram o primeiro half em 6-9. Como vocês conseguiram reverter esse placar no lado Terrorista?

Na verdade, quando estávamos perdendo falei:”Mantenham a calma. Nós estamos cometendo vários erros”. “Estamos atirando pior do que eles. Portanto, vamos continuar fazendo a mesma coisa, mas respirem. Apenas respirem e continuem”. Foi isso que eu falei para o time.

O Cloud9 conseguiu vencer o segundo mapa (train), mesmo perdendo o primeiro half por 9-6. Eles ganharam quatro grandes clutchs na partida. Ao final do mapa, como ficou a moral do time? Como foi que o time reagiu a essa derrota?

Na verdade, o time reagiu muito bem. O time não ficou abalado – nós apenas continuamos a jogar e tentamos melhorar a cada rodada. Mas sem dúvidas, eles foram melhores que nós e mereceram ganhar o mapa.

No terceiro e último mapa (overpass), a partida precisou ser interrompida devido a uma situação entre os jogadores. Pode nos dizer o que aconteceu?

No primeiro round, HEN1 não estava usando o fone abafador. Então o C9 pausou a partida no terceiro round e disse que deveríamos começar desde o início. O problema é que HEN1 não fala inglês e ele não entendeu uma palavra do que os casters falavam durante a transmissão. Na primeira rodada, o nosso time fez uma estratégia e demos de encontro com uma armadilha feita pelo C9, no segundo round nós também fomos em direção a uma armadilha, então não houve nenhuma diferença. Não havia nenhuma razão para recomeçar o jogo e felizmente a decisão foi favorável para nós.

Este foi o primeiro campeonato LAN que a lineup disputou desde a chegada do zews. Quais foram os aprendizados do time?

Eu acho que talvez a gente deva o respeitar mais. As vezes nós tentamos contrariar as suas calls, por exemplo: Ele está passando uma estratégia, e nós respondemos “Não vamos fazer isso, mas sim isso”. Porém ele está sempre certo. Ele sabe muito sobre o jogo. Então a gente precisa respeitar e confiar mais em todas as suas chamadas.

Nesse momento, vocês são efetivamente o TOP 2 do cenário NA. Vocês estão ansioso para vencer seus irmãos do SK Gaming?

Claro! Vencer o SK é o que a nossa equipe mais quer. Esse é o nosso objetivo.

No geral, o que você achou do evento?

Eu realmente gostei. O hotel em que ficamos, foi o melhor em que eu já estive e olha que eu já fui a muitos eventos – Pois antes de ser treinador, eu já disputei muitos campeonatos. No primeiro dia a organização teve alguns problemas, tais como atrasos e problemas com os fones de ouvido, mas isso é algo que serviu de aprendizado para os organizadores. Você tem que adquirir experiência para melhorar e eles fizeram isso. No último dia, tudo ocorreu muito bem.

Você gostou de Toronto? O que vocês fizeram na cidade?

Na verdade não tivemos muito tempo para explorar a cidade. Henrique e Lucas nunca tinham ido à um aquário, e por isso fomos até o Aquário Ripleys, e a reação deles foi incrível … foi muito divertido. Mas ainda temos que ir até a CN Tower, pois ela é muito bonita. Nos outros dias nós ficamos apenas no hotel.

Entrevista realizada por 

COMENTÁRIOS